Big Brain


685180_AmpliadaHoje terminei de ler o livro Aumente o poder do seu cérebro de John Medina. Um bom livro para compreendermos melhor as iterações que o cérebro realiza para pequenas ações e grandes também.
O autor dividiu o livro em 12 regras de funcionamento do cérebro. Fala sobre os exercícios do cérebro, stress, tempo para dormir, formas de ensinar, a questão do gênero, além de muitos conceitos científicos descobertos até o momento sobre as questões do cérebro.
Uma história interessante apresentada foi Cotovias e Corujas, mostrando as diferentes formas dos relógios biológicos nos seres humanos. De forma peculiar, o autor apresenta a tipificação de pessoas que tem o seu potencial no início da manha (cotovias) e aquelas que tem a sua força no começo da madrugada (corujas), aquelas que não se enquadram nestes perfis (o que são a maioria) são classificadas de beija-fores pois conseguem se adaptaram e viverem entre as duas extremidades.
Há uma parte que o livro confirma algo que já havia notado em salas de aula, quanto mais campos visuais adotamos em sala de aula, como um boa apresentação de figuras relacionadas com os temas abordados, melhor será a fixação dos conceitos estudados.
Num ponto do livro, o autor aponta 5 princípios cruciais para uma boa apresentação:
1-princípio multimídia: melhor aprendizagem com palavras e imagens
2-princípio da proximidade temporal: melhor aprendizagem quando palavras e imagens são apresentadas simultaneamente
3-princípio da proximidade espacial: melhor aprendizagem quando palavras e imagens são apresentadas perto uma da outra
4-princípio da coerência: melhor aprendizagem quando fatos irrelevantes são excluídos
5-princípio da modalidade: melhor aprendizagem com animação e narração do que animação e texto na tela
Outra coisa interessante, o olfato quando associada a aprendizagem alcança elevados patamares de fixação do aprendizado. O cheiro pode acrescentar mecanismos no aprendizado [vale a pena testar isso em sala de aula].
Quanto mais sentidos pudermos estimular durante o processo de aprendizagem e memorização melhor será, os sentidos evoluíram para funcionar juntos.
Não vemos com os olhos, e sim com o cérebro. Há momentos que o cérebro imagina uma imagem e sobrepõe sobre a região em que os olhos não podem ver. A visão não é 100% confiável mas a capacidade da combinação dos sentidos processados pelo cérebro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s