a experiência de MILGRAM


Stanley Milgram

De origem judaica, recebeu seu Ph.D. em Psicologia Social em Harvad, desenvolvendo o experimento de obediência à autoridade. Polêmico e famoso, foi o criador da Teoria dos Seis Graus de Separação.

O experimento pretendia inquirir de que forma é que os indivíduos observados tendem a obedecer às autoridades, mesmo que estas contradigam o bom-senso individual. A experiência pretendia inicialmente explicar os crimes inumanos do tempo do Nazismo.

O cientista esteve no centro de uma polêmica sobre a natureza do experimento e seus resultados. Gerou incômodo por provar que a maioria das pessoas não sabe diferenciar se está agindo por vontade própria ou meramente em resposta à determinação de uma autoridade, e, especialmente em situações de crise, pode delegar decisões importantes a figuras de autoridade. Em certas condições, indivíduos passam a perceber a si mesmo apenas como uma engrenagem de um sistema maior, sob o qual não têm influência, mas no qual exercem um papel.

O FILME

Em 2015, dirigido e escrito por Michael Almereyda, foi lançado o filme que retrata de forma criativa a vida de Milgram, ao mesmo tempo em que tenta dramatizar seus experimentos. Vale a pena assistir.

2 thoughts on “a experiência de MILGRAM

  1. Cara, que assunto post desconfortável!
    Dificilmente leio algo que me deixa sem opinião ou perspectiva. Parabéns pela provocação, precisamos estar desconfortáveis para pensar em assuntos importantes, sair da zona de conforto e criar senso crítico.
    Fico muito preocupado, pois sou psicólogo recém formado e é a primeira vez que tenho contato com o este trabalho, que trás muitas implicações para o modo como a sociedade é construída.
    Se por um lado, Milgram desvenda a grande sacada por trás da massificação de agressores, por outro, chama a atenção a falta de sustentação pessoal do “teacher” frente a seus valores (direi desta forma, de modo simplista é verdade, mas como entendo este conteúdo neste momento).
    Tal casamento pode gerar conflitos inimagináveis para o mundo, que que assiste na atualidade o surgimento de grupos extremistas muito agressivos (ISIS, Boko Haram, etc…).
    Este post me trouxe muitas preocupações…

    Like

    • C’est la vie, monsieur! Eu acredito q nascemos mal e desempenhamos ao longo da vida escolhas para o caminho da luz ou o caminho das trevas. Não sou psicólogo, mas quando eu li O Povo da Mentira de Scott Peck fiquei assustado, depois fui apresentado ao estudos do Prof. Zimbardo, aí a coisa piorou.

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s